SETEMBRO AMARELO: FAÇA A SUA PARTE PARA EVITAR SUICÍDIOS!

SETEMBRO AMARELO: FAÇA A SUA PARTE PARA EVITAR SUICÍDIOS!

SETEMBRO AMARELO: FAÇA A SUA PARTE PARA EVITAR SUICÍDIOS!

  • Postado em 06/09/2019
  • Comentários
  •  

32 brasileiros cometem suicídio por dia. O equivalente a uma pessoa a cada 45 minutos. No mundo, a coisa piora. Alguém tira a própria vida a cada 40 segundos. Enquanto você lia estas frases iniciais, alguém se matou. Até chegar ao fim do artigo, serão mais 5 ou 6 vítimas. Por isso, o Setembro Amarelo é uma oportunidade incrível para conscientizar a população e ajudar quem está sofrendo.

A campanha acontece neste mês porque no dia 10 é celebrado o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio, com eventos apoiados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a campanha foi criada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). A cor amarela foi escolhida pelo seu tom claro, iluminado, que remete ao sol e à vida. 

E o que você pode fazer para contribuir com o Setembro Amarelo? Bom, primeiro, saiba que 9 em cada 10 suicídios podem ser evitados. A informação é da OMS, que chegou a este número analisando milhares de casos e descobrindo que 90% das mortes estão associadas à transtornos mentais. Os mais comuns são:

– Depressão

– Transtorno afetivo bipolar

– Esquizofrenia

– Dependência química

Se as causas forem tratadas corretamente, o suicídio pode ser evitado. O CVV alerta que o melhor caminho para ajudar é conversar abertamente sobre o assunto. Quem tem um amigo ou familiar com estes problemas, deve falar claramente sobre suicídio, não usar metáforas. Acredite: isso tem um impacto poderoso. 

E se é você, nosso leitor, quem tem pensamentos frequentes sobre tirar a própria vida, procure seus melhores amigos, as pessoas que te amam e ajuda especializada. O CVV mantem canais de comunicação abertos e gratuitos 24 horas por dia. Basta telefonar para o número 188.

Neste Setembro Amarelo, a AIO Corretora relaciona algumas dicas para reconhecer sintomas dos principais distúrbios relacionados ao suicídio. 

DEPRESSÃO:

– Sentimento de tristeza permanente. A pessoa fica infeliz a maior parte do dia, quase todos os dias.

– Perda ou ganho de peso (em excesso, nos dois casos, e sem que a pessoa esteja tentando emagrecer ou engordar).

– Irritabilidade.

– Falta de interesse. A pessoa não se anima com o trabalho, com o lazer, com a vida social.

– A pessoa sente que é inútil, reclama que é um fardo para os outros, e que seus problemas não têm solução.

– A pessoa pensa constantemente em morte e em se matar.

BIPOLARIDADE:

– Troca rápida de humor, alternando momentos de depressão e de euforia.

– Falta de concentração em qualquer atividade. Não há foco para concluir uma tarefa.

– A pessoa se coloca em situações de risco.

ESQUIZOFRENIA:

– Alucinações e delírios.

– A pessoa não consegue se expressar com clareza. Sua fala não faz sentido.

– A pessoa não consegue mais trabalhar, estudar ou ter vida social. 

DEPENDÊNCIA QUÍMICA:

– De álcool, drogas e qualquer substância química. O vício desperta um comportamento suicida tanto nos momentos de consumo excessivo de entorpecentes quanto nas fases de abstinência. 

Fique atento. O Setembro Amarelo é um período em que todos estão falando sobre o assunto. Causas e estatísticas estão na mídia, nas redes sociais, em cartazes nos pontos de ônibus e nos elevadores. 

Fica mais fácil abordar amigos e familiares e ter uma conversa séria. Fica mais fácil demonstrar preocupação, carinho e apoio. 

0 Comments

Deixar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *